Interagindo – deixe aqui sua pergunta, reflexão ou depoimento

(Nome e email não serão divulgados a não ser que solicitado)

Sua mensagem

Seu nome*

Seu e-mail*

*Campos obrigatórios


Na nossa atuação ouvimos várias vozes com demandas, inquietações e reflexões. Nossos clientes são pessoas que constroem relações, que definem seus projetos de vida, que alavancam suas competências, que veem um proposito em comum e escolhem o legado que querem deixar.

Como envolver alguém que não é nada (não é acionista nem gestor)? Como que tangibiliza isto? (Futuro acionista)

Fica difícil aceitar um executivo do mercado na empresa que ganha mais que o sócio! (Sócio)

A nossa família é brigada, mas se une quando o assunto é o valor da empresa. (Sócia e conselheira mediando a venda da empresa)

Os pais ficaram com ciúmes do nosso evento (3G) e querem participar do próximo. (Membro da 3ª geração)

O meu tio vai achar que estou abandonando ele se disser que vou sair da empresa da família. (Herdeira gestora)

Vai ser difícil ter que demitir irmão. (Irmão assumindo posição no conselho)

Como e onde eu posso colocar toda esta bagagem que acumulei. (Ex-executivo, ex-sócio e futuro empreendedor)

Como que eu me distancio da empresa sem me desapaixonar. (sócio gestor buscando uma posição mais estratégica com receio de ficar afastado demais e perder o interesse pela empresa)

Sai da empresa onde trabalhava, mesmo que estava feliz e ganhando bem porque meu irmão chamou e precisava de mim. Fui por amor. “Ele se sente responsável por mim agora”. (Sócios, irmãos empreendedores)

Para implementar mudanças, as práticas [de governança] são simples, mas a dificuldade está em mudar a cabeça das pessoas. Isso não é um processo fácil, leva tempo. (Presidente do conselho)

Legado não tem necessariamente a ver com transmissão de poder, mas com cultura e valores familiares. (Sócio fundador)

Filhos abdicaram de seus sonhos para entrar na empresa, agora o pai percebe que eles não têm competência para gerenciar o negócio e não sabe como lidar. (Filha do fundador)

Vejo o meu Vozinho todo dia na entrada da empresa. (Neta de fundador referindo-se a logomarca da empresa)

Não trago o assunto porque parece interesseiro, uma ofensa. Queremos uma pessoa para conduzir porque a gente não consegue conversar. (Gestor)